terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Casulo


Inconseqüente casulo oprimido,
 onde andas com as verdades de agora?
Ontem no impossível relâmpago dos minutos visitastes meus sonhos!
Onde irás agora?
 Já que hoje as horas teimam em permanecer...
Mas sinto. 
Sentes?
Sonho ou acordo?

Juscélia Sousa

Um comentário:

marques disse...

Sonha, quando deixamos de sonhar. Morremos.

Parabéns pelo texto

MarquesK

Só o Rock Alivia

Postar um comentário

O meu passado é tudo quanto não consegui ser. Nem as sensações de momentos idos me são saudosas: o que se sente exige o momento; passado este, há um virar de página e a história continua, mas não o texto.
Fernando Pessoa

Obrigada pela visita...