domingo, 16 de janeiro de 2011

Silêncio

Silêncio avassalador de dor e espera,
não vejo anúncio de sol ...
Vejo silêncio chamando à tocá-lo.

Como aviso de sua chegada ele ultrapassa a pele
e o calafrio faz presente.
Sinto a mão do desespero sugando minha imaginação frágil.

Silêncio de chuva caída procurando abrigo em terra desconhecida.
Silêncio de lágrima não chorada.
Silêncio de riso contido.
Silêncio da dor por si só.

Silêncio em busca de silêncio de paz,
paz que insiste em não permanecer...

Silêncio de imaginação e protesto...
Silêncio...
Por ter tanto para dizer e ser só silêncio...
....... como dói............................


Juscélia Sousa

2 comentários:

Dani Sgorlon disse...

O silêncio é extremamente plural... com tantas nuances e significados...
Silêncio de dor... de felicidade... de amor... de paixão guardada... de falta do que dizer... de expectativa... de amor... silêncio que cala na alma e toca a pele como arrepio urgente!!
O silêncio pode falar mais que mil palavras...
perfeito...
Beijos

Juscélia disse...

Concordo Dani. Hoje silêncio de dor, amanhã silêncio de paixão e alegrias intensas. Vida acontecendo, vida sem palavras para expressar... vida que segue. Bjos no coração. Volte sempre....

Postar um comentário

O meu passado é tudo quanto não consegui ser. Nem as sensações de momentos idos me são saudosas: o que se sente exige o momento; passado este, há um virar de página e a história continua, mas não o texto.
Fernando Pessoa

Obrigada pela visita...